Guest post: Cronograma capilar

Olá menin@s!
A Carol me convidou pra vir aqui falar sobre cronograma capilar. É um assunto muito falado por aí, mas acredito que tenha conseguido – depois de muita pesquisa e visitas a médicos – uma receita satisfatória pra qualquer história capilar.


O cronograma consiste em montar um plano de recuperar o cabelo de acordo com o que ele precisa, e na intensidade e ordem que ele precisa. Por isso a ordem, o tempo e tudo o mais é pensado e não funciona sem que seja feito assim. O cronograma não serve só pra quem tem química ou cabelo problemático: mesmo um cabelo virgem usado ao natural sofre as agressões do dia a dia, pente, prendedores, clima e perde suas propriedades. Claro que esse cabelo responderá muito bem a um tratamento mais brando, mas esse cronograma que eu montei responde a isso, já que ele é baseado (quase totalmente) em máscaras.

Aqui vai uma organização mais ou menos didática pra facilitar nossa vida. As fases da recuperação capilar são: Hidratação (H), Nutrição (N) e Reconstrução (R). Elas são o que seu cabelo precisa – água, gordura e proteínas. Quando ler gordura não se assuste! Não deixa o cabelo oleoso se feita do jeito certo, é a reposição dos lipídios da estrutura do fio.

A Hidratação é feita com máscaras à base de frutas, ervas (plantas em geral), pantenol, vitaminas, coisas não gordurosas. É a fase de reposição hídrica, ou seja, colocar água no cabelo. Aqui escolha pelo princípio ativo, excluindo o que tiver coisas gordurosas como óleos e manteigas e fugindo de proteínas (palavras que têm –ina no fim).
IMPORTANTE! Como sempre, fuja dos silicones! Eles se prendem ao fio e mascaram o problema. Silicones não fazem nenhum bem ao seu fio: eles abaixam e grudam, dando aspecto bonito de brilho e de pontas duplas recuperadas. Na verdade ele não recupera nem trata e ainda prejudica seu cabelo, pois seus componentes são pesados e sem benefício nenhum, só acumulando mesmo. Os compostos de silicone são as palavras terminadas em –one: sim, tem que ler a letra miúda dos ingredientes. Muitas vezes é difícil encontrar produtos sem silicone, mas ajuda muito se esse composto siliconado vier mais no fim da lista.
É que a lista de ingredientes é organizada por quantidade – o que vem primeiro tem mais. Pensa comigo: se no seu creme um dos primeiros da lista é dimethicone (silicone) e lá no finzinho vem aragana spinosa oil (óleo de argan), seu creme tem mais silicone do que o princípio ativo, ou seja, apesar de ele falar que é de argan, ele de argan não tem nada.

Na Nutrição você vai nutrir o fio de coisas mais gordurosas, mais nutrientes. Vai usar óleos e manteigas em geral, tutano, mandioca, argan, karité, entre outros.

Já a Reconstrução vai repor proteínas perdidas, já que elas são os "tijolinhos" de que é feito nosso corpo. Aqui você vai procurar produtos que contenham arginina, queratina (final -ina).

TEMPO:
Em toda lavagem de cabelo você deve usar um produto. Veja:

Semanas:  1 – H

                 2 – H

                 3 – H

                4 - N + H

                5 - H + R

Comassim:
Nas primeiras três semanas você vai usar somente os produtos da hidratação. Encontre uma máscara que tenha tempo de pausa maior (a partir de 15 minutos) e uma de 3 minutos. Assim, você usará 1 vez por semana essa máscara mais longa e, nas outras lavagens, a mais curta: dessa maneira, em todas as lavagens você estará aplicando hidratação.

Na quarta semana você vai nutrir o fio. Perceba que nas 5 semanas de cronograma a hidratação está presente, porque ela é a que mais foge do cabelo e também é a mais necessária a ele. Nesta semana você vai fazer a umectação com óleo (na noite anterior usar o óleo, apenas da orelha pra baixo, aquecer com chapinha ou secador, dormir e lavar pela manhã) e 1 vez vai fazer a máscara. Geralmente as máscaras de nutrição têm o tempo de pausa mais longo, não se encontra as de 3 minutos. Essa fase pode ser feita por duas semanas; se seu fio quebra muito fácil por estar duro, sugiro que seja o seu caso fazer duas semanas dessa rotina da nutrição + hidratação (é fácil identificar pegando um fio e tentando arrebentá-lo. Se arrebenta muito, muito fácil, está seco. Se está igual a um elástico, está precisando de proteínas - meu caso. Se está duro e sem nenhuma elasticidade, precisa de nutrição, e nenhuma reconstrução. Seja qual for o caso, é importante seguir o cronograma na ordem!!!! Pode-se adaptá-lo dando-se mais atenção a uma fase do que a outra, mas jamais pule fases!).

Na última semana perceba que eu coloquei H+R e não R+H; de propósito: você vai hidratar todos os dias e reconstruir em apenas um! A reconstrução geralmente é muito eficaz e, se feita demasiadamente, deixa seu cabelo muito duro, com excesso de "tijolinhos". Se seu cabelo sofre com química pesada (descolorações seguidas, alisamentos e afins), você precisará de mais reconstrução. NÃO EXAGERE - os resultados são péssimos. Faça mais uma semana da rotina completa de reconstrução.

Se você identificou o problema do seu cabelo e quer reforçar uma das fases, minha sugestão é fazer mais uma semana seguindo o esquema: não faça, por exemplo, dois dias de R na mesma semana, entendeu?


FUGIR:
Produtos que não tratam e fazem mal:

  • Silicones
  • Óleos minerais
  • Parabenos
  • Petrolatos
  • Parafinas

É tarefa hercúlea achar produtos sem nenhum desses componentes. Existem muitas meninas que não os usam pois fazem a rotina No/ Low Poo (sem/ pouco shampoo), que usam produtos sem sulfato (que resseca muito o cabelo, é o detergente do shampoo) e, por isso, não podem usar esses compostos aí em cima, que agarram na fibra capilar e só podem ser tirados com o sulfato. Eu não posso fazer essa rotina, pois tenho dermatite seborreica e é justamente o sulfato que me salva. Mas nada me impede de escolher produtos que tenham menos desses compostos do mal.

Como últimas dicas, use sempre os cremes (qualquer um) abaixo da orelha pra não exacerbar sua raiz de oleosidade, cuidado com sua vizinha que manda você passar maionese na cabeça e leia os outros posts do cronograma capilar!


Qualquer pergunta, estamos aí!







Joyce é blogueira do Desgrude e foi com ela que aprendi sobre cronograma capilar e várias coisas de unha. Não deixe de visitar o blog dela!!!
Comentários
3 Comentários

3 comentários:

  1. Pathy Guarnieri disse...:

    Poutz, adorei essa dica. Preciso criar vergonha na cara e colocar em prática iauhaiuhauia.

    Beijo!

  1. Joyce disse...:

    o nome disso é HONRA, Brasil!
    eu no Ponto de Vista é orgulho da mamãe!!!!!
    brigada pelo convite! fico muito feliz de partilhar essa minha pesquisa. Hoje sou muito mais feliz e satisfeita com meu cabelo e aprendi a ler resenhas de produtos de acordo com esse esquema... enfim, obrigada de novo e de novo pela postagem. :)

  1. Como disse a Pathy Guarnieri, e eu assino em baixo: Cronograma capilar é sempre mais uma questão de "criar vergonha na cara" e fazer o que tem que ser feito!

    Mas arrumar tempo não é nada... A questão dos produtos que não fazem mal é que realmente pega...

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Eu vou amar saber o que você achou do post!

Compartilhe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
pequeno ponto de vista de Carol Neves © 2013 | ALL RIGHTS RESERVED.