Egito - Aswan

Olá!
A partir desse post vocês começam a acompanhar minha viagem pelo Nilo, de Aswan até Luxor.
É possível chegar na cidade através de trem (como foi o nosso caso - falei dele aqui), avião ou mesmo barco.

A cidade fica no sul do Egito e parece ser bem calma. Não tive oportunidade de conhecer bem a cidade, mas parece ser pequena, daquelas que dá pra conhecer tudo. Pelo que li, lá tem um Museu Núbio, que fiquei decepcionada por não ter conhecido (e não ter pesquisado isso antes =/ ).
Aswan é o ponto de parada para Abu Simbel, que também não fui e estou quase morrendo por isso! Mas precisaríamos de mais um dia e o roteiro já estava fechado. =[ além do preço incrivelmente alto que seria acrescido.

As visitas que a CVC oferece na cidade são bem bobinhas. Fomos ao Obelisco Inacabado, na pedreira de Aswan, que é muito legal, o guia nos explicou como eram feitos aqueles obeliscos enormes (que só deu pra fotografar de frente). 

nem dá pra ter noção do tamanho dele =/

Depois disso fomos à Represa de Aswan. Tá, legal ver o tamanho do rio de um lado e o Lago Nasser do outro, maaaassss.... não vale a pena perder tempo com isso, nem dinheiro, no meu pequeno ponto de vista. ok, tentativa de brincadeira com o nome do blog fail

Por sorte, compramos alguns dos pacotes extras da Watania (mesmo assim continuo com raiva desse abuso!) e fizemos a visita ao povo núbio e fomos ao espetáculo de som e luzes no Templo de Philae (que será assunto do próximo post, na próxima segunda).

Já estava incluso no pacote da CVC o passeio de feluca pelo Nilo para olhar o Jardim Botânico (que eu não vi, mesmo porque estava empolgada com o passeio à vila núbia) e o Mausoléu de Aga Khan, que parece ser bem bonito. Também passamos em frente ao hotel que a Agatha Christie (S2) ficou hospedada quando escreveu Morte no Nilo. Olha ele aqui:


Desse passeio, paramos direto na praia para ir visitar os núbios, que foi um dos passeios mais legais que fiz no Egito! O bom de uma viagem é quando você pode realmente ter contato com a cultura local, e nesse passeio pudemos entrar na casa de uma família núbia e usufruir de sua hospitalidade.
Eu e a Juliana (esqueci de falar que foi em Aswan que conhecemos nossas companheiras de viagem durante o cruzeiro: Ju e Martha!) fomos de camelo para a vila, e dessa vez foi muito mais emocionante (rs), pois fomos sozinhas, sem ninguém puxar. O Danilo e a Martha não queriam ir de camelo, então ela foi de barco com o guia e o Danilo, por precaução, foi nos acompanhando à pé (coitado, quase ficou afundado na areia!). Foi bem bacana ver a cidade aparecendo à nossa frente, as casas são todas coloridas, faz um visual incrível em oposição ao deserto!


Como vimos muitas recomendações na internet, resolvemos não tomar nem café nem chá na casa, mas aceitamos os refrigerantes (claro, se não seria muita falta de educação também).
Dentro da casa fica uma lojinha, com artesanato feito pela própria dona da casa, a Amira. Comprei vários colares e queria algumas pulseiras também, mas tinha que controlar o dinheiro. Me arrependi foi de não ter comprado um outro colar, feito de osso, lindo demais!

Esse passeio eu super recomendo, não deixem de fazer! Curtam as outras fotos:


  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO









































Quem perdeu as outras postagens sobre o Egito, é só olhar tudo na tag! E qualquer dúvida, só deixar nos comentários!

beijos,











Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Eu vou amar saber o que você achou do post!

Compartilhe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
pequeno ponto de vista de Carol Neves © 2013 | ALL RIGHTS RESERVED.