Egito: considerações gerais

Olá!
Para quem ainda não está sabendo, agora em Janeiro eu viajei com o meu namorado para o Egito. A viagem foi pela CVC, o que eu tive muito receio, pois li tanto opiniões positivas, como muito negativas. Resolvi fazer um primeiro post geral para ajudar quem estiver pensando em fazer essa viagem.

CVC / Watania
Com essa viagem aprendi algo muito valioso ao se lidar com a CVC: depois que você fecha a viagem, adeus bom atendimento. A nossa agente até que continuou muito atenciosa conosco, mas a rapidez das respostas some e quando você volta e manda um email com reclamações, não há nem uma resposta.
Estávamos com muito medo de contratar a CVC porque achamos na internet um cara que também foi pro Egito e que, quando chegou ao aeroporto, o representante de lá simplesmente não foi buscá-lo. Nossa agente disse que isso nunca acontece, que foi um azar e com certeza nunca mais aconteceu, etc. Mas adivinhem? As duas brasileiras que encontramos lá nos contaram que a CVC mudou a passagem de ida delas e também não tinha ninguém para encontrá-las no aeroporto! Elas chegaram sozinhas, de madrugada e tiveram que se virar, além de ter que pagar o visto (que a CVC cobre, então já estava pago) e taxi para o aeroporto. Até onde eu sei, a CVC não está nem perto de ressarci-las.
Bem, felizmente para mim e pro Danilo deu tudo certo. Exceto num dia que a diária do cruzeiro acabava às 8h e o nosso trem era às 22h. Sim, estávamos jogados sem ter onde ficar com nossas malas durante esse período. Claro que o representante da Watania não conhece um bom barraco da mulher brasileira: depois de uns minutos no celular, conseguimos mais uma diária com almoço no cruzeiro. Mas achei esse erro de cronograma bem inaceitável.
Quanto à Watania: o nosso guia do Cairo, era simpático e tal, mas era muito apressado e não tinha um conhecimento muito profundo. Eu e meu namorado gostamos de olhar todos os detalhes de tudo, e ele simplesmente não deixava. Já o guia que nos acompanhou pelo cruzeiro, Ahmed, era ótimo: sabia muito do que estava falando e nos dava o tempo que quiséssemos pra andar sozinhos pelos templos.
Quando você pega o cronograma da CVC, tem alguns dias livres, para os quais eu já tinha programado passeios. Mas assim que o representante da Watania te deixa no hotel, ele já começa a te vender pacotes extras e não te dá tempo pra pensar. Ou compra naquela hora ou perde. Acabamos comprando 2 dos 4 pacotes. Ponto positivo: achei que, definitivamente, não dá pra andar sozinho pelo Cairo. Principalmente se for mulher! Além das pessoas tentando te passar a perna, em um momento você está numa parte boa da cidade, em outro está na 'favela' deles. Ponto negativo: eles vão tentar te vender pacotes que você já vai ter direito de graça depois, como o espetáculo de dança do ventre e passeio de charrete.
Pra finalizar essa parte, o que eu achei muito grave por parte da CVC (sinceramente, um absurdo que eles não tiveram a decência de responder): temos que dar gorjeta a todos da Watania que nos atenderem. O representante deixa isso bem claro e você se sente desconfortável se não fizer isso. E o maior absurdo de todos, quando fomos dar a ele a gorjeta (já tínhamos dado £E50 pros 2 guias e pro motorista, então, £E150) no mesmo valor que para os outros, ele exigiu o dobro! Dá pra acreditar? Por um serviço que já estava pago!
Então, não 'desrrecomendo' a CVC, desde que você vá sabendo de tudo isso.

Moeda
A moeda local é a Libra Egípcia (£E). £E1 = R$0,29 , ou R$1 = £E3,45.
Além disso, as coisas lá são bem baratas, então dá pra comprar muito. Mas só se você pegar o jeito da pechincha. TUDO que você for comprar lá tem que pechinchar. Não adianta ficar com dó do vendedor ou achar que você está oferecendo um valor abaixo do que o produto vale. Pense só em quantos turistas eles já passaram a perna. Só pra vocês terem noção, teve uma roupa que fui comprar que o vendedor me ofereceu por £E350 e no fim eu paguei £E50. Tem que ter paciência e quando achar que a negociação acabou, diga que ainda está muito caro e que vai olhar em outro lugar. Eles vão correr atrás de você e te oferecer mais desconto.

Lojas de conchavo
Durante os passeios, os guias vão te perguntar se você quer conhecer algumas lojas, para conhecer como é feito perfume, papiro, algodão e outras coisas. Depois de toda a apresentação, os vendedores vão querer que você compre, claro. Se quiser comprar, aproveite porque são peças de qualidade, mas não esqueça de pechinchar!


  • Loja de perfumes do Omar (Cairo)
  • Loja de perfumes do Omar (Cairo)
  • Loja de perfumes do Omar (Cairo)
  • Pra vocês verem: comprei o vidrinho branco que era $60 por $30
  • Loja de papiros (Cairo)
  • Loja de papiros (Cairo)
  • Loja de papiros (Cairo)
  • Meu papiro é a história de amor de Tutankhamon e Ankhesenamun
  • Fábrica de alabastro (Luxor)
  • Fábrica de alabastro (Luxor)
  • Fábrica de alabastro (Luxor)
























Cultura
O país é de maioria muçulmana, e isso causa um choque de culturas enorme. Quando fui, eu já sabia que não poderia usar camisetas, apenas blusas com mangas e tal. Mas eu tinha visto um filme antes, o "Meus dias no Cairo" (que é maravilhoso, por sinal), e como a moça usava muita saia, achei que saias na altura do joelho estavam ok. Porém... se você não aguentar olhares, só use calça! Os homens olham mesmo, mexem mesmo e tentam te comprar (o que ofereceu de me comprar por camelos, eu acho que estava brincando, mas o vendedor da fábrica de alabastros, que disse que eu poderia ficar como pagamento, eu acho que era sério). Inclusive com a esposa do lado. Até policiais ficaram me encarando e sorrindo. Sendo sincera, eu não teria coragem de sair sozinha.
E claro, se nós ficamos com vontade de tirar fotos com pessoas diferentes quando viajamos, imagina lá. Tanto homens quanto mulheres pedem para fotografar com você.
Eu tinha lido na internet que usar véu melhorava na questão do assédio e é constatado: no dia que fui ao mercado, eu coloquei véu e não tive um problema (tirando algumas meninas que ficaram rindo, acho que eu devo ter colocado errado =/ ). Então, se não quiser ser incomodada, use o véu.


  • primeira tentativa
  • Giza
  • aqui eu dei sorte porque ela quis tirar foto comigo, porque o guia aconselhou a nem falar com as mulheres de burca
  • Luxor
  • Luxor
  • Luxor
  • DESCRIÇÃO


















Cairo
Como eu disse, a cidade tem pontos muito bonitos, mas também tem pontos de muita pobreza.
  • Homenagem ao presidente Sadat
  • Local onde Sadat foi assassinado
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • Ao fundo, a Torre do Cairo
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO









































Culinária
A comida "de turista" é muito gostosa, um pouco apimentada e no cruzeiro eles tinham o melhor peixe que já comi. No Cairo fomos ao Soirée, que tem essa comida "de turista" e ao Alezba Village, já com a culinária local. 
Lá comemos falafel (bolas de massa de grão de bico fritas), um arroz embrulhado em repolho, kafta e o que eu acho que era carne de pombo. Parecia frango, mas era muito mais gostoso... A comida é bem diferente da nossa, e vale a pena experimentar (apesar de não ser tão boa...),
É bom lembrar que o hábito de higiene deles é bem diferente do nosso (os guias ficavam chocados com a quantidade de banho que tomávamos). Então eu não sei como é a água que eles utilizam nem as condições em que eles cozinham. Por via das dúvidas, melhor não comer nada pela rua. E se não estiver muito confiante para aceitar o chá/café, sempre há uma Coca. ;]
  • DESCRIÇÃO
  • Alezba Village
  • Alezba Village
  • Alezba Village
  • Alezba Village
  • Alezba Village
  • Alezba Village
  • Alezba Village
  • Tive que dar gorjeta pra essa menina só porque tirei uma foto dela


















Hotel
Ficamos hospedados no Holiday Inn Cairo Citystars, que eu achei muito bom e confortável. Ao lado tem um shopping com uma ótima praça de alimentação, com Burger King, McDonalds, KFC,restaurantes de masssa... Também tem um supermercado e bancos para trocar dinheiro. Apesar do que no hotel também tem um caixa eletrônico para fazer essa troca. O hotel tem wi-fi disponível. Só não sabíamos o login, mas na hora que abrisse essa tela era só não preencher que já dava pra navegar. jeitinho brasileiro


  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • Como cortesia, cafés e chás
  • Shopping ao lado do hotel
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
























Cruzeiro
Bem, eu nunca fiz um cruzeiro antes, mas achei este de porte pequeno/médio. Mas muito confortável, com uma comida muito gostosa. Todos os quartos têm janela, há uma academia (mas eu não tive coragem de andar por lá com roupa de ginástica depois das minhas experiências no Cairo), piscina e um salão para festas. Tem wifi, mas 30 minutos custa $5. Só entramos uma vez, mesmo porque, além de caro, a conexão é bem ruinzinha.
Ah! O cruzeiro é o Swiss Radamis II.
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO
  • DESCRIÇÃO































Esse post ficou grande mas é porque é o primeiro, para dar uma visão geral sobre o Egito. Os próximos serão menores! rs
Se tiverem mais alguma dúvida, é só deixar nos comentários!

Comentários
8 Comentários

8 comentários:

  1. Carolina Lima disse...:

    Fantástico, Carol!
    Tenho uma vontade imensa em conhecer o Egito.

    beijinhos :*
    Carol
    Um blog simples
    Sorteio de coisinhas ♥

  1. Carol Neves disse...:

    Lá é lindo! Vale muito a pena ir.
    Depois eu vou fazer um post sobre gastos, quem sabe você não planeja mesmo essa viagem?

    =***

  1. Daisy Paiva disse...:

    Adorei, Carol! Gostaria muito de conhecer o Egito e quando isso for possível vou contar com sua ajuda!
    Bjus
    Daisy

  1. Caroline Neves disse...:

    Claro que pode contar, Daisy!
    E fique de olho porque virão mais posts sobre o Egito ;]

    =***

  1. Pathy Guarnieri disse...:

    Invejei, pode? :/
    O Jorge e eu queríamos fazer alguma viagem no final do ano pela CVC, mas já mudei de idéia hahaha.


    Beijos Carol!

  1. Caroline Neves disse...:

    Então Pathy, a CVC não é ruim, eles só querem ganhar dinheiro em cima de você, rs.
    Mas se você for preparada, acho que dá certo!

    =***

  1. Unknown disse...:

    Carol, parabéns pelo post! Ficou muito gostoso de ler! ;)
    Tb estou pensando em ir ao Egito em novembro, mas o pessoal fala que está bem perigoso por conta dos protestos, é isso mesmo? É um lugar perigoso, agora?
    No passeio está incluso alguns dias em um trem, o que vc achou das acomodações/refeições no trem? Vc tem fotos pra gnt dar uma olhada?
    E o passeio de balão, vc fez? O q achou?

    Tksss por ajudar outros viajantes como nós! Bjsss :*

  1. Unknown disse...:
    Este comentário foi removido pelo autor.

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Eu vou amar saber o que você achou do post!

Compartilhe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
pequeno ponto de vista de Carol Neves © 2013 | ALL RIGHTS RESERVED.