Look da semana: Aniversário da Marina

Hoje venho mostrar a roupa que usei no aniversário da Marina. Amo calça branca e estava louca pra usar essa! Na verdade ela é off, de linho. Achei melhor porque a sarja branca encarde muito rápido.

A foto não favoreceu muito, parece que a calça está me engordando muito. Sei que meu quadril é bem largo e não sou maníaca pra disfarçar isso, mas essa foto tirada mais de cima acabou comigo! Haha
(anotou aí, né Dan?)

Espero que gostem do look mesmo assim!

Essa foto também ficou ruim porque não mostra a cor da bolsa, que é um lilás bem pastel, a cara do verão!

Blusa: Matalan
Jaqueta: Primark
Calça: C&A
Lenço: feirinha de Candemtown
Bolsa: lojinha do centro, depois atualizo com o nome

Marina Magalhães

Sábado passado foi aniversário da minha vizinhamiga querida, a Marina. Olha que linda a roupa que ela escolheu, fotografei pra vocês:

Amei o vestido com peplum levinho, sem ser muito estruturado.

Vestido: Bora Bora
Jaqueta: Mercatto
Bolsa: Bruna
Sapato: Mr. Cat
e a pulseira mara foi presente

Nem preciso te falar o quanto te adoro, né Marina? Não podia ter vizinha melhor! (tirando a parte que você me fazia chegar atrasada no colégio, haha)
Amo ser sua amiga, e te desejo sempre tudo de bom!

Procurando por clutches

Essa segunda minha sogra me pediu para comprar uma clutch preta pra ela. Fui à caça de opções bonitas e baratas e aproveitei as fotos que enviei pra ela escolher pra mostrar a vocês o que achei.

Essas primeiras eu encontrei na Renner e gostei muito, todas são bonitas, atemporais e baratas:

Essa última eu amei! Acabei comprando a prata desse modelo. Talvez não seja tão atemporal, mas é mega fofa!

Minha sogra escolheu essa abaixo, é da Via Uno. A promoção deles é a seguinte: se comprar duas coisas, uma sai pela metade (ou algo assim). Então eu comprei um esmalte de R$5 e paguei R$130. Bom, né?

Gostaram das minhas escolhas?

Ines de la Fressange - A Parisiense

Li esse livro em 2 dias por falta de tempo! Porque em um dia dá pra ler tudo, aliás, devorar o livro.
Pra começar ele é muito fofo, amei a edição. E as fotos são lindas, a Ines elege peças chaves no guarda roupa e monta lindas produções inspiradoras. Olhem só:
Bem, o livro é realmente um guia para ser uma parisiense. As dicas de estilo são incríveis e pra começar a praticar já. Recomendo muito a leitura!

Tem também as dicas de onde ir em Paris, mas é mais interessante para quem vai viajar pra lá. Pra mim foi bem triste, pois queria ter essas dicas quando fui (apesar do que, meu tempo foi tão corrido que talvez não adiantasse muito). Quando chegar a vez de falar de Paris no tag de Viagem, vou colocar várias dicas do livro pra vocês!

Em resumo, as dicas são tão boas (na verdade parece que se está conversando com Ines) que quando termina a parte de moda dá uma tristeza só! Poderia ter umas 500 páginas e continuaria pouco.
Algo que achei muito interessante é que na parte em que ela dá dicas de lojas em Paris, você não vê nenhuma foto deslumbrante. E mesmo assim sabe que Ines está sempre impecável. Bom para refletir: será que é tão necessário ter peças de grife para estar bem vestida?
Não! E ela mesma diz isso no livro.
"A parisiense adora descobrir novas grifes. Principalmente se forem criativas e acessíveis. Ela fica mais orgulhosa com uma descoberta no supermercado da esquina (sério, há peças ótimas no Monoprix!) do que ser a primeira a possuir o último modelo de 'it bag', carérrimo, sobretudo se é vendido em lista de espera. Seu guarda roupa é habilmente composto de 'coisas baratinhas', de roupas compradas em algas viagens e de algas peças luxuosas."
Bem, estou programando uns posts e prometo usar muitas informações desse livro pra vocês!

Look da semana

Quinta eu estava de folga e tinha que resolver várias coisas no centro da cidade. Estava um dia difícil pra escolher uma roupa: no sol estava bem quente e na sombra frio. Complicado, né? E eu queria uma roupa bem confortável também, trabalho em pé o dia inteiro, então tudo o que quero na folga é ficar deitada, hahaha

(olha a careta por causa do sol)

cortei meu cabelo na quarta e o pessoal do Werner deixa ele sempre perfeito!

Blusa: Renner
Legging: sem marca
Sneakers: Arpel
Bolsa: TNG
Pulseira larga: camelô
Pulseira fina: presente da Elisa

Doce Perigo - Os riscos do açúcar


Que açúcar engorda todos nós sabemos. Mas você imaginava que ele facilita o desenvolvimento de doenças cardiovasculares e acelera o envelhecimento da pele? Por essas e por outras, fica a recomendação: seu consumo deve ser moderado.

Antes de tomar qualquer decisão radical, é importante conhecer o adversário, entender como ele age no corpo e armar sua defesa. Para começar, açúcar nada mais é do que um tipo de carboidrato, ou seja, uma substância que se transforma em glicose no organismo. Ele estimula a produção de insulina no pâncreas, que é usada pelas células para gerar energia. E a energia, você sabe, é fundamental para o funcionamento de todos os órgãos do corpo, bem como o trabalho de todos os músculos. Para malhar de manhã, levar as crianças para a escola e colocar a cabeça pra trabalhar, você precisa de glicose, especificamente de 330g por dia. "Se faltar glicose, falta energia, falta memória", diz a nutricionista Elaine de Pádua, da clínica DNA Nutri. "Até para quem é diabético insulinodependente o açúcar é importante", garante o médico nutrólogo Carlos Alberto Werutsky, da Associação Brasileira de Nutrologia (Abran).


Os Males

Entre os efeitos mais nocivos do excesso de açúcar, de acordo com um estudo da Universidade Emory, nos EUA, está o aumento no risco de desenvolver aterosclerose, doença que causa a obstrução das artérias pelo acúmulo de colesterol. Como o doce é capaz de causar isso?

Os participantes que exageravam na quantidade de alimentos açucarados apresentavam níveis baixos de HDL, o bom colesterol. Quando isso acontece, a probabilidade de as placas se formarem nas artérias é maior. Outro problema é que, quando há açúcar a mais na circulação sanguínea, a produção de insulina sofre uma interferência perigosa, que impede a entrada de glicose nas células. Assim, sobram moléculas de açúcar, que se unem a certas proteínas, formando compostos caramelados conhecidos como AGEs, que grudam nas artérias. Outros alvos desses compostos são as articulações, que podem inflamar; a visão, que pode ser acometida por catarata; e os rins, que encontram dificuldade para filtrar o sangue.

Esses mesmos AGEs também se aderem às membranas das células, dificultando a divisão celular, que é a base da renovação dos tecidos. As fibras de colágeno, que mantêm a pele firme e elástica, ficam duras e quebram. Resultado: pele flácida, sem vida, envelhecida. Aí, amiga, não há creme importado que funcione!

Diversos problemas decorrentes do consumo desenfreado já são nossos velhos conhecidos, mas não custa recordá-los. A obesidade, por exemplo. "Para o obeso, o açúcar é considerado 'caloria vazia', ou seja, gera energia instantânea que ele não consegue gastar, transformando-se em gordura de depósito", explica Werutsky. E, infelizmente, no Brasil a obesidade ganhou status de epidemia: de acordo com uma pesquisa divulgada no ano passado pela IBGE, o sobrepeso afeta 48% das mulheres acima dos 20 anos - os resultados para crianças e homens são igualmente alarmantes.

Outro ponto: níveis de açúcar no sangue acima do normal indicam pré-diabetes, que, apesar de ainda não ser o diabetes do tipo 2, pode causar danos ao sistema circulatório e ao coração no longo prazo - felizmente, segundo a American Diabetes Association, nos EUA, mudanças simples no estilo de vida, como prática de exercícios de perda de peso, podem impedir ou retardar o desenvolvimento da doença. Não dá para esquecer ainda as cáries, que aparecem até mesmo em crianças que tomam mamadeiras adoçadas!


As Tentações

Além de ser usado por nós mesmas para adoçar cafés, chás, sucos e vitaminas e para incrementar receitas de bolos e tortas, o açúcar é um dos principais ingredientes na indústria alimentícia. E não estamos falando apenas dos doces - os salgados também não escapam dele. "O açúcar é usado para ressaltar o sabor salgado", conta Werutsky.

A forma mais comum de açúcar consumida no Brasil é a sacarose, que vem da cana. É ela que dá origem ao açúcar refinado. "A questão é que a sacarose não é fundamental para o nosso corpo", afirma a nutricionista Elaine de Pádua. Sim, o pó branquinho que nunca falta no seu armário é absolutamente dispensável.

Isso porque existem outras formas de açúcar capazes de realizar o papel de se transformar em glicose de maneira bem mais saudável. Por exemplo, a frutose presente nas frutas, a lactose do leite e a maltose dos grãos de cevada em germinação. "Todas essas versões vão ser digeridas no nosso organismo, dando origem a açúcares menores e metabolicamente ativos (produtores de energia), como frutose, galactose e glicose", explica Werutsky. "Se a pessoa consumir 50% de carboidratos (do valor calórico diário) de alimentos do grupo dos cereais (base da pirâmide alimentar) e frutas, vai obter quantidades suficientes de energia sem necessitar consumir diretamente os açúcares. Aliás, perfil de alimento saudável é aquele isento ou reduzido de açúcares, sal e gorduras e rico em fibras alimentares".


A Cura

Se a idéia de cortar esse doce perigo da sua vida parece assustadora, acalme-se. Você não precisa dar um adeus definitivo ao cupcake. O importante é eliminar o excesso da sua alimentação rotineira. E isso vai ser mais fácil do que imagina!

Fuja das bebidas açucaradas. Sucos são fonte de açúcar e geralmente não geram saciedade. Pesquisadores especulam que o corpo não absorve as calorias líquidas da mesma maneira que as sólidas. Limar líquidos da dieta (não a água pura, evidentemente) diminui o consumo de calorias em até 500 por dia!
[esse não é difícil, tenho tomado muita água, mas no almoço e no lanche eu sempre tomo aqueles sucos de pozinho, pelo menos são light]
Prefira o natural. Tente apaziguar a larica por doces com frutas. Um dos principais ingredientes do alimento, a fibra, reduz a velocidade de absorção de açúcar pela corrente sanguínea, evitando picos de insulina. Exercite também o autocontrole. "Limite a ingestão a uma fruta de no máximo o tamanho do seu punho por vez", sugere a nutricionista americana Charlene Giovanelli-Nicolson.
[impossível? tem banana com gosto de milk shake, por favor? bem, não custa nada tentar...]
Não pule refeições. Depois do jejum do sono, sua reserva de glicose está baixa. "Se você não tomar café da manhã, sua taxa de açúcar se esgota e seu organismo precisará encontrar outra fonte de energia", afirma a nutricionista sul-africana Kim Hofmann. Mais tarde virá uma fome imensa por alimentos que forneçam energia rapidamente - leia-se cheias de açúcar. Isso pode acontecer sempre que você pular refeições.
[ok]
Dê um passo por vez. Reduza a ingestão de açúcar pouco a pouco e você perceberá que sua necessidade também diminuirá. Adoce menos o café toda semana até conseguir bebê-lo puro (ou com um pouquinho de leite desnatado ou canela). Você ficará surpresa ao constatar que, após algumas semanas, o cappuccino é exageradamente doce. Seu paladar se ajusta com o tempo...
[comprovado por mim: antes eu só tomava nescau com muuuuuuito açúcar. hoje eu tomo nescau light, sem açúcar e com leite desnatado. e acho super gostoso!]

Fonte: Women's Health - mês de Julho


Vou ser sincera, quando li a reportagem pela primeira vez, achei ridícula! Mas quando a li novamente para escrever aqui, vi que sim, é fácil diminuir a ingestão de doces, e olha que eu sou bem viciada. Se vocês também tiveram essa primeira impressão, volte aqui amanhã e leia o artigo de novo. Tenho certeza que a idéia não parecerá tão bizarra mais.

E aí, topa tentar?




Compras coletivas: seu cupom expirou?

Eu já levo mesmo a fama de 'rainha do Procon', então vou contando meus causos por aqui, afinal, esse tipo de informação é sempre muito necessária. Por incrível que pareça não passei por muitas situações, mas com certeza terei muito ainda pra contar, parece que atraio essas coisas oO xô urucubaca!




Adoro sites de compras coletivas. Uso muito e na maioria das vezes foi muito proveitoso para mim. Raríssimas vezes tive problemas - aliás, é mais fácil o estabelecimento abrir uma exceção para você, afinal, ele está tentando te conquistar. 

Comprei um cupom super tentador no Peixe Urbano, valia uma massagem com pedras quentes na Powerlife, aqui em Juiz de Fora. Só que tinha uma regra que eu realmente não vi, que estabelecia 1 mês para agendar a massagem. Faltando umas 2 semanas para o cupom expirar, liguei animadíssima para a Powerlife e a menina me disse que não agendaria, pois já tinha passado o prazo. Expliquei que trabalho em um shopping e que minhas folgas não são fixas, obtive como resposta um belo "não tenho nada com isso".

Eu já tinha ouvido falar da lei que condena esse tipo de procedimento, liguei novamente para a Powerlife e dessa vez falei com o (acho) dono. Expliquei que se não fosse atendida, eles teriam que me devolver o dinheiro. Resposta:
'Não foi a Powerlife que te vendeu esse cupom, então vá resolver com o Peixe Urbano. Se você não tem folga fixa, não deveria ter comprado, pois isso não serve pra você. E não me importo se você está insatisfeita, pois tenho vários clientes satisfeitos. Aliás, assim como você, a maioria das pessoas que comprou ainda não marcou, e também será negado o agendamento. Pode ir no Procon, não vai dar em nada, já paguei a todos os profissionais, independente deles terem feito a massagem ou não.'

Pra mim isso se chama 'ganhar dinheiro sem trabalhar' e é falta de respeito com o consumidor.

Então o que fazer se o seu cupom expirar e você ainda não tiver utilizado o serviço?
O Código de Defesa do Consumido é bem claro quanto a isso:

CDC - Lei nº 8.078 de 11 de Setembro de 1990

Art. 35. Se o fornecedor de produtos ou serviços recusar cumprimento à oferta, apresentação ou publicidade, o consumidor poderá, alternativamente e à sua livre escolha:
I - exigir o cumprimento forçado da obrigação, nos termos da oferta, apresentação ou publicidade;
II - aceitar outro produto ou prestação de serviço equivalente;
III - rescindir o contrato, com direito à restituição de quantia eventualmente antecipada, monetariamente atualizada, e a perdas e danos.

E o que aconteceu comigo?
Entrei em contato com o Peixe Urbano e, através de emails (um pouco demorados e com muitas citações da palavra 'Procon'), eles resolveram a situação para mim. Não me devolveram o dinheiro, mas me deram um crédito sem validade no valor que paguei no cupom. Sei que pro Peixe Urbano isso não é nada demais, mas ao menos é uma atenção com o cliente que me satisfez.

Então não dê bobeira, consulte sempre o Procon se tiver dúvidas, mas não deixe seus direitos pra lá!
Fonte: Site JusBrasil

Esmalte da semana

Esqueci de tirar a foto do vidrinho! Essa semana passei esmalte do salão, mas anotei o nome! É o Carmim, da Risqué. Minha mãe passou semana passada e adorei.

Gostei muito dessa cor, e vocês?

Direitos do viajante

Esse é o último post dessa série de dicas pré-viagem, e acho que um dos mais importantes, com informações que provavelmente poucos saibam.

Semana que vem já teremos posts de colaboradoras que estão por aí, pelo mundo. Mas é surpresa!

Então anotem seus direitos e briguem se for necessário!


Promessas quebradas: quando uma agência de viagens não cumpre parte de um pacote, o turista tem o direito à indenização. Para conseguí-la, é necessário reunir os documentos que comprovem a reclamação e escrever uma carta para a agência de turismo expondo o problema e a indenização pleiteada. Não tendo resultado, recorre-se ao Procon, que tomará as devidas atitudes.

Pacotes cancelados: segundo o Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), quando a agência de turismo cancela a viagem, o consumidor recebe seu dinheiro de volta e ainda pode entrar com uma ação de danos morais.
Caso o turista desista da viagem por motivos particulares, ele deverá fazê-lo o quanto antes. Mesmo assim, poderá ser cobrada uma multa por parte da agência, que sofrerá variação de acordo com a data do cancelamento. Se a viagem for cancelada com mais de 30 dias de antecedência, a agência deverá ficar com 10% do valor pago pelo pacote. Este valor vai aumentando à medida em que a data da viagem vai se aproximando.

Atraso nos vôos: este problema é tão constante que gerou a criação da Avaa (Assiciação das Vítimas de Atrasos Aéreos). Uma empresa tem até 4 horas para solucionar um atraso em seu vôo, ou colocar os passageiros em outros vôos para o mesmo destino, com serviços equivalentes. Passado esse período, ela fica obrigada a oferecer estada e alimentação aos passageiros. Além disso, o consumidor tem o direito de desistir da viagem e ser reembolsado da passagem, ou reinvidicar uma indenização pelo atraso. Nesses casos, a multa a ser paga pela companhia varia bastante entre viagens do território nacional e exterior.

Bagagem: quando acontecer um extravio, procure o balcão de sua companhia aérea, informe a perda e apresente o bilhete da bagagem. Caso as malas não sejam encontradas, existe uma taxa de indenização a ser paga por quilo de bagagem. Se a localização da bagagem demorar mais de 3 dias, o passageiro pode optar por processar a companhia e fazê-la pagar uma multa por atraso de bagagem. Essa multa é equivalente à de atraso nos vôos.

Fique de olho!
• Se você for fazer uma conexão bem longa, entre em contato com a companhia aérea para saber se eles oferecem alguma coisa. A Emirates, por exemplo, oferece vantagens pra quem vai fazer uma conexão com mais de 6h (1ª classe e executiva) ou 8h (econômica) em Dubai. Confira no site da Emirates como fazer essa reserva.  
Se a companhia não oferecer nada, pode ser vantajoso comprar um passe para as lounges que ficam nos aeroportos, onde você terá conforto, banheiro com chuveiro e lanches.

• Preste muita atenção na hora de comprar sua passagem. Olhe cuidadosamente todas as conexões, pode acontecer de você desembarcar em um aeroporto e embarcar em outro! E a companhia pode não se responsabilizar pelo deslocamento do passageiro...


Telefones úteis:
Procon: 1512
Idec: (11) 3874-2152
Avaa: (11) 3232-6681

Short com spike

Quem me conhece sabe que estou amando essas tendências com caveiras e spikes. Então claro que vou correr pra ter o meu short com spike!

Eu ia esperar o da 284 chegar, mas acho que vou mandar colocar as spikes em um short jeans velho meu, no mesmo lugar que mandei fazer esse cinto que estou usando aqui.

Enfim, separei algumas fotos pra nossa inspiração semanal (difícil foi não transformar isso aqui num testamento, haha).

E pra quem é spike addicted como eu, spike em todos os lugares:

Quem está curtindo essa tendência?

Compartilhe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
pequeno ponto de vista de Carol Neves © 2013 | ALL RIGHTS RESERVED.