D. H. Lawrence - O amante de Lady Chatterley

      Mais um clássico! E este também é polêmico. Ninguém se matou após ler o livro, mas ele também foi proibido.O livro é repleto de cenas apimentadas leia-se sexo explícito, palavrões e diferenças entre as classes sociais.
      Constance Chatterley é casada com o nobre Clifford Chatterley, que ficou paralisado da cintura pra baixo por causa de um acidente de guerra. E ainda se tornou impotente. Constance então conhece Oliver Mellors, um rude empregado da casa.
      Os dois começam a se relacionar, um tórrido relacionamento, diga-se de passagem, e Constance descobre que sexo pode sim acontecer junto com amor/admiração.
      Interessante notar que Constance não teve uma educação convencional, era instigada a pensar e seu pai compreendia suas vontades.

      É um livro fantástico pra se ler, não se intimide pela falta de pudor, é um livro muito envolvente, que não se quer largar por nada!

Curiosidades:
  • O julgamento do livro aconteceu em 1960 no Old Bailey;
  • Parece que quando o o livro foi liberado na Inglaterra, os exemplares acabaram em um dia;
  • Há 30 vezes as palavras "foda", "trepar" e suas variações; "boceta" aparece 14 vezes; "colhões" ou "ovos", 13 vezes... - contagem apresentada no julgamento do livro
(Fonte das curiosidades: Folha Uol)


Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Obrigada por comentar! Eu vou amar saber o que você achou do post!

Compartilhe!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
pequeno ponto de vista de Carol Neves © 2013 | ALL RIGHTS RESERVED.